Milagres de Fátima

Os lobbies, da Igreja Católica e não só, são poderosos.  (5 km de distância separam a Escola Pública das com Contrato de associção mas a justificação para manter o financiamento é por pertencerem a distritos diferentes). Ocorre-me apenas questionar “quando fecharam escolas de 1º ciclo, a torto e a direito, obrigando crianças de 6 anos a percorrer mais de meia centena de km por dia, a levantar de madrugada, a chegar a casa bem depois do sol se pôr, não seriam estas em distritos diferentes?”
Sem paciência já para estas parvoeiras, cada um escolhe o que acha melhor para o seu filho, tendo em conta as suas possibilidades, os seus princípios e a oferta educativa na sua zona. Se a escola pública tem capacidade para receber os alunos, não há razão para os estado pagar, com dinheiro dos contribuintes, o custo desses alunos nas escolas com contrato de associação, é um opção dos pais manter os filhos nessas escolas mas pagando do seu bolso, como todos os outros que têm filhos no privado fazem!
Farta, fartinha, de ouvir “o privado é que é bom e o público é mau!” Nada poderia ser mais falacioso, o privado oferece um ambiente mais controlado e familiar, uma população escolhida a dedo, em última análise pelo poder económico dos pais de quem as frequenta, turmas mais pequenas, um apoio mais personalizado, horários extracurriculares mais alargados e com atividades mais apelativas, muitas vezes à custa de uma exploração até ao tutano dos professores que lá trabalham horas a fio (não remuneradas)… poderíamos ainda referir as suas preocupações extremas e estratégias manhosas para se situarem no topo dos rankings mas fica para outro post. Se têm melhores professores? Bons e maus professores há-os em todos o lado, no público e no privado, tal como professores mais ou menos dedicados! Nas várias escolas públicas por onde já passei, vi e aprendi muito com excelentes profissionais e continuo a aprender todos os dias com eles! O bom e o mau professor não tem a ver com ser do público ou do privado, tem a ver com o brio, com o gosto e a forma que cada um vê, sente o seu trabalho e se relaciona com os seus alunos! Uma curiosidade, na generalidade, é no público que encontram os professores com melhores médias da faculdade, (saídos de faculdades públicas???), que vale o que vale, no privado imperam os conhecimentos e as cunhas na contratação de professores.

Portanto, deixem-se de merdas… sigam a vossa vidinha, assumam as vossas responsabilidades, paguem os estudos dos vossos filhos se entendem que isso é o melhor para eles, mas não me peçam a mim, que já pago os dos meus, e por favor, deixem de atacar a escola pública, que já anda de rastos, mas onde ainda se vai fazendo muita coisa boa, com o pouco que nos resta: dignidade e profissionalismo. O respeito e valorização andam pelas ruas da amargura, desde o tempo da outra senhora!

Andando a pequenada no privado, comparo o que vejo na sua escola com o que se faz no público, não vejo grandes diferenças, mas registo que:
– no público se adere a muitas mais iniciativas “lúdicas” que no privado (a preocupação com os rankings, será?) por exemplo, concurso nacional de leitura, supertmatik, jogos matemáticos, entre outros;
– que também há maus professores no privado, como me mostrou a minha experiência com a professora do 1º ano do pequeno do meio
No entanto, continuo a achar que a principal vantagem do privado não tem a ver com a qualidade de ensino mas com o ambiente e a  sua população escolhida a dedo e começo a ter sérias dúvidas se isto será uma vantagem!

Um artigo interessante no Público de hoje “Pela Defesa da Escola de Todos e para Todos! Ponto!”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s