Temari Balls

No século XVII, no Japão, as criadas da corte costumavam fazer este tipo de “bolas”cheias de cores e padrões para as crianças nobres brincarem, eram feitas com fios de seda, e como tal um brinquedo reservado apenas para as classes altas. Quando os fios de algodão e outras lãs passaram a ser de fácil acesso (economicamente), tornou-se um brinquedo comum das crianças em muitas zonas do Japão, cada zona criou o seu estilo próprio, baseado na sua cultura e nos materiais disponíveis (aproveitando, normalmente ,roupa inutilizada ou seja reciclando). Antigamente, era usual colocar bagos de arroz, para a bola fazer barulho e animar as crianças. Hoje em dia, as bolas Temari são consideradas obras de arte, um presente altamente valorizado e estimado que simboliza uma grande amizade, lealdade ou um amuleto de boa sorte, para além de conterem um grande cunho pessoal: espírito, imaginação e criatividade do seu criador. No Japão, ainda há muitos mães que as oferecem às suas filhas, não como um brinquedo mas como amuleto de boa sorte (em vez de arroz, colocam no centro da bola, uma frase com um desejo).

As Temari Balls são matematicamente muito interessantes e úteis no estudo de vários teoremas da geometria não euclidiana e das simetrias esféricas, como explica Carolyn Yackel, professora do departamento de matemática da universidade de Mercer, e uma artista profissional na elaboração das Temari Balls.

Os sólidos platónicos truncados projetados numa esfera!

Como construir uma Temari Ball (um trabalho de paciência e não só!).

Good luck ;)!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s