Acrescentos

A notícia da chegada do 1º rebento é recebida com grande entusiasmo e alegria, uma verdadeira e boa novidade, um orgulho para partilhar o mais rapidamente possível com todos. O anúncio do 2º é recebido com uma alegria comedida, é o expetável, “Para ficarem com o casalinho!” ou “Já estava na altura de lhe arranjarem um irmão”, transmitido de “boca em boca” quase que como uma banalidade. A bomba surge com o anúncio da chegada de um 3º, sem saber como reagir dado o espanto não contido, há mesmo quem exclame “São doidos!”, um “Ora vê lá tu que…” precede, muitas vezes, a transmissão da notícia . Para os pais, em situações “normais e planeadas”, é sempre uma boa nova, recebida com igual contentamento, independentemente do ordinal!
Em tempos idos, li uma reportagem sobre uma casal que tinha abandonado a grande cidade, para dedicar mais tempo aos 7 filhos e lhes proporcionar outro tipo de vivências, em que a mulher, optara por não trabalhar a tempo inteiro, dizia algo do género “Até ao 2º filho está tudo bem, é o que é esperado de qualquer casal. Toda a gente te dá os parabéns e fica contente. A partir daí, quando se anuncia uma nova gravidez, és saudada com incredulidade, algum negativismo mas essencialmente indiferença e nunca com parabéns!”. Retive na memória esta sua constatação/mágoa que, provavelmente, não é descabida de todo!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s