Salvamentos e cumplicidades

“A minha filha tem uma relação tão forte, afetuosa e cúmplice com o irmão. Têm 2 anos de diferença mas dão-se mesmo bem apesar de ele já estar na faculdade e ela ainda estar no secundário. Vê lá o que a minha filha me disse “Pois… tão bom que ela me disse “Ó mãe, sabes aquela história de se só pudéssemos salvar um pessoa, quem salvaríamos? Não leves a mal mas eu salvava o mano, gosto muito de ti e do pai, mas ele…!” conta-me uma colega, sorrindo, mas reparo que o seu olhar era triste.
Perder o lugar de primazia nos afetos, interesse, etc, dos filhos, mesmo, ou será sobretudo?, que seja para outro elemento da família não deve ser nada fácil de “aceitar”, mas mais tarde ou mais cedo acontece!
Decidi fazer a mesma pergunta à pequenada da casa para testar com interpretavam e resolviam a situação. Pimpolha mais velha é a primeira a responder “Eu escolhia o pai!” seguida do pequeno do meio “Eu escolhia a mãe!”. Pensei, complexo de Édipo em ação. “Espera mas assim quem é que salva o bebé?” diz pequeno do meio, um pouco aflito pensando na pimpolha mais pequena que olhava, de um para outro e para nós, com um ar de “Estão todos loucos!”, recusando-se a dizer fosse o que fosse. Pimpolha mais velha acrescenta, desculpando-se, “Eu escolhi o pai porque se alguma coisa corresse mal, ele levava-me a nadar!” e pequeno do meio acrescenta, olhando-me desconfiado “Acho que a mãe também me conseguia levar a mim! Bem, mas como não conseguimos levar o bebé, é melhor não pensarmos mais nisso enquanto não encontrarmos uma solução!”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s