Cenas estranhas

Não sendo hábito do aluno faltar, e notando a sua  ausência, a professora questiona “Então o vosso colega está doente?”. Uma aluna prestável diz “Acho que não, professora! Ele, às vezes, chega atrasado mas não bate à porta, fica à espera à porta da sala que lhe abram a porta!”. “Se não bate à porta, como é que vamos adivinhar que eles lá está” replica a professora admirada, com a seriedade e convicção da aluna, caminhando em direção à porta, enquanto a aluna, e os restantes colegas, encolhem os ombros, trocando olhares. Abre a porta, de rompante, e dá de caras com o aluno, “Olha que coincidência, acabou de chegar, não?” disfarça a professora ao que o aluno, sorrindo, diz “Já aqui estava à espera há algum tempo!”. 18 anos, 12º ano, aluno considerado pelos professores como “normal”, na generalidade, dos aspectos, os seus colegas, provavelmente, terão uma opinião distinta, cenas como esta já assistiram a várias, e são, no mínimo, caricatas! Pancas… de quem não bate à porta. Este não era bom para ir pedir os bolinhos!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s