O alho e os seus “poderes”

Sempre que alguma maleita ou debilidade o afligia, sentindo o seu sistema imunitário de alguma forma debilitado, o avô começava de imediato o tratamento do alho que consistia, quando se levantava de manhã, ainda em jejum, descascar um dente de alho pequenino e engolir com a ajuda de um copo de água.
A avó nunca se rendeu a esta técnica e todos, na família, consideravam curiosa esta sua prática e fé inabalável no tratamento do alho, sorrindo, condescendentemente, quando o assunto vinha à baila, e o avô garantia, convictamente, que era eficiente e com resultados “palpáveis”, após 2 ou 3 dias, quase que como uma cura para todos os males.
Entretanto, o tempo foi passando e a idade avançando, o avô nunca deixou o seu dente de alho, em jejum, pela manhã, sempre que a necessidade aflorou.
Curioso, curioso, foi ver a mãe a render-se a este tratamento quando algumas maleitas, menores mas incómodas, a afligiram, e também ela elogiou as melhoras rápidas e garantiu a eficácia de “um dente de alho pela manhã não sabe o bem que lhe fazia”. Tal como o avô, volta e meio, inicia o tratamento do alho. Novamente, a família, eu inclusive, sorriu condescendente, entre comentário jocosos e private jocks, face a mais uma rendida ao tratamento do alho.
Pois então há tempos, o meu nervo ciático, sentindo-se pressionado, deu sinais de vida e de dor à minha pessoa, não sendo nada de especial, causava-me alguma dor, limitações e que me chateava à brava. E pensei porque não? Iniciei o tratamento do alho e… também me rendi ao facto, efetivamente, a coisa resolveu-se rapidamente e sem qualquer outro tipo de tratamento. Coincidência, efeito placebo, pois não sei… mas que funciona, funciona. Já experimentei em outros situações, em que fazendo-me de médica de mim própria, detetei alguns sinais que poderiam levar a algo mais, e ataquei-lhe com o alho, resultado: problema sanado antes de oficialmente diagnosticado. Claro que não funciona em todas as maleitas, nem resolve/cura em estados avançados, mas para a ciática, pequenas inflamações e em situações que o sistema imunitário está mais em baixo, que ajuda, e muito, não tenho dúvidas.
Pensei, esta cena do alho é uma panca cena de família, é capaz de só funcionar connosco (e só com alguns, toda a gente se continua a rir e dizer piadas, grupo em que antes tinha um papel ativo, e penso sempre “Quando precisares, vais ver!”). Excelentíssimo esposo quando vê os pequenos dentes alinhados e guardados, sorri e pergunta “Vais começar o tratamento milagroso?”.
Há pouco tempo, em conversa com uma colega, queixava-se ela de umas dores no braço, que já tinha tomado anti inflamatório entre outros tratamento, e pensei partilho ou não partilho a técnica do meu avô? A filha dela é médica! Pensei que se lixe, o mais que pode acontecer é rir-se como fazem os outros, nada com o que eu não viva bem e lá partilhei com ela o tratamento do alho. Ela não se riu, e dado o desespero de quem já experimentou quase tudo e só deseja melhorar, disse-me “Vou experimentar, mal não faz!”. Não voltamos a falar sobre o assunto, uma vez que os assunto da escola normalmente são muito absorventes. Há umas semanas, meio em segredo, disse-me “Estou fã do tratamento do alho. Fiz naquela altura que falámos e melhorei ao fim de pouco tempo e agora sempre que a dor ameaça voltar, ataco logo e a coisa resolve-se.” Sorri e pensei, afinal não é de família. Ora aqui fica a dica se alguma vez precisarem! Respondendo às perguntas típicas que surgem na mente de todos quando se fala em alho: não, não deixa mau hálito, uma vez que não se trinca o alho; e não, não custa nada a engolir, desde que escolha um dente dos pequeninos.
Viva os avôs, o meu em especial, que tantas coisas nos ensinam, queiramos nós aprender e… acreditar/valorizar!

Post Scriptum – Outro avô colocava os alho em álcool para depois esfregar nas dores reumáticas. Obrigada à prima G. pela lembrança.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s