“O meu nome é Alice”

Um excelente livro, uma viagem extraordinária dos pequenos sintomas, ao diagnóstico, aos ajustes e limitações nas rotinas diárias, ao aceitar e aprender a lidar com o facto que há dias bons e dias maus mas que a memória, a nossa identidade, os nossos gostos, apetências, capacidade de trabalho, autonomia, os nossos entes queridos, ou seja tudo aquilo que nos define, escapam-se-nos da memória, e entre os dedos, a cada dia que passa, sem que nada possamos fazer. O deixar de ser capaz de acompanhar a história de um filme, ler um livro, responder a um mail, acompanhar um conversa, e ter a perfeita noção das capacidade que estamos a perder, algo que recordamos/sabemos hoje, amanhã já não estará lá… A luta interna contra as traições da mente, percorrendo um caminho “doloroso” e extremamente solitário, numa história, na 1ª pessoa, de quem sofre da doença de Alzheimer!

Um livro forte, cheio de emoções e pormenores médicos e científicos sobre a doença de Alzheimer! A perda de memória individual e/ou coletiva é algo perfeitamente aterrador e esta obra prima transmite isso em cada letra, frase, parágrafo e capítulo!

O livro foi adaptado ao cinema, com Julianne Moore a desempenhar o papel de Alice e que lhe valeu o óscar de melhor atriz. Não vi o filme mas para quem tiver curiosidade podem ver o trailer e/ou o filme com legendas em português do Brasil mas o que eu recomendo vivamente é a leitura do livro.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s