Passeio na Arrábida

Num verdadeiro dia de primavera, a fazer lembrar o verão, apreciando a paisagem e o ar puro da serra, ao longe avistamos uma cão passeando calmamente à beira da estrada, ao aproximarmo-nos excelentíssimo esposo exclama: “Olha, tem cauda de raposa, olha tem focinho de raposa! UAUUU, é uma RAPOSA!”. Impávida e serena, alheia ao movimento dos carros e ao olhar curioso de quem a mirava, continuou, saracoteando-se, vaidosamente, dona do seu tempo e do seu mundo.
Um belo piquenique, no meio da serra, avistando o Sado, Setúbal e, curiosamente, o Tejo, o verde e as flores que cobrem a serra e o mar. Avistámos a Península de Tróia em todo o seu esplendor, contemplámos o Convento dos Capuchos, deslumbrámo-nos no Portinho da Arrábida, onda na areia demos de caras com uma pata de javali, uma praga que infesta a serra, e terminámos o dia na bonita vila de Azeitão, deliciando-nos desgraçando-nos na Casa Negrito. Foi, portanto, mais um belo dia!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s