Bolo rei de chocolate

Rápido e fácil de fazer e bom! Um bolo a fazer lembrar o Natal, pouco doce mas saboroso.

Ingredientes

2 iogurtes naturais
2 ovos
1 colher de chá de aroma de baunilha
1 pitada de sal
Raspa e sumo de 1 laranja
125g nozes
125g amêndoas
Sementes de girassol e de abóbora e pinhões (1 mão cheia)
200g de chocolate de culinária ou preto
40g de manteiga
600g de farinha
50g de açúcar
2 colheres de sobremesa de fermento

Preparação
Picar as nozes e amêndoas. Cortar 150g do chocolate em pequeno pedacinhos, as 50g restantes reservar para colocar por cima do bolo. Numa taça, levar a manteiga a derreter ao microondas. Juntar todos os ingredientes e envolver muito bem com uma colher de pau ou com as mãos. Se a massa se pegar as mãos, tornando impossível moldá-la, juntar farinha, envolvendo sempre, até a massa se despegar das mãos. Num tabuliero grande, forrado com papel vegetal enfarinhado, moldar a massa em forma de bolo rei. Decorar com metades de noz e pedaços de chocolate no cimo do bolo. Levar ao forno, pré aquecido a 180ºC, durante cerca de 30 a 40 minutos (fazer o teste do palito). Depois de frio, polvilhar com açúcar em pó.

Anúncios

Fatias douradas + saudáveis

Sem a gordura da fritura, torna-as imediatamente numa alternativa muito saudável relativamente às fatias douradas tradicionais. Tendo açúcar mas não sendo muito doces, mantém o sabor e a textura característicos das fatias douradas. São ótimas, ficaram aprovadíssimas pela malta cá de casa. 

Ingredientes
1 pão do dia anterior (cerca de 250g)
0,5 l leite
1 pau de canela
2 cascas de limão
80g açúçar
2 ovos
açúcar e canela q.b para polvilhar

Preparação
Colocar num tacho o leite, o pau de canela e as cascas de limão, mexendo regularmente, até ferver. Tirar do lume e deitar o leite (retirar o pau de canela e as casca de limão) num prato de sopa, deixar arrefecer um pouco.
No entretanto, cortar as fatias de pão velho (com pelo menos 1 dia), nem muito finas nem muito grossas. Num prato de sopa, bater os ovos.
Forrar com papel vegetal um tabuleiro e pré aquecer o forno a 200º. Passar as fatias pelo leite, deixando embeber bem, escorrer os excessos e passar por ovo, escorrendo bem. Repetir o processo até se acabarem as fatias. Levar ao forno até ficarem douradinhas (cerca de 20 minutos). Deixar arrefecer e polvilhar, a gosto, com açúcar e canela.

Tarte de batata doce, nozes e/ou amêndoas

Deliciosa, divinal mesmo, docinha e húmida, onde todos os sabores, e cores, outonais se conjugam na perfeição.  Esta tarte é mesmo de comer e chorar por mais!

Ingredientes

700g de batata doce descascada (2 batatas doces grandes)
250g de açúcar amarelo
1 pau de canela
1 casca de limão
Raspa de 1/2 limão
125g de nozes
125g de amêndoas
6 ovos
50g de manteiga
1 colher de sobremesa de canela

Preparação
Descascar as batatas doces, cortar em pedaços e cozê-las em água na qual se coloca o pau de canela e a casca de limão. Quando estiverem cozidas, escorrê-las, retirar o pau de canela e a casca de limão, colocar num prato e com o grafo esmagá-las bem até obter um puré cremoso. Deixar arrefecer. Triturar as nozes e as amêndoas. Numa tigela, bater os ovos, o açúcar e a manteiga (amolecida) cerca 7 a 8 minutos. Juntar as nozes, as amêndoas, a raspa de limão e envolver muito bem. Por fim, juntar a batata doce, batendo bem para desfazer qualquer granulo existente. Colocar a massa, num forma (20 a 25cm diâmetro), com o fundo forrado com papel vegetal e untada com manteiga, e levar ao forno, pré aquecido a 180ºC, durante 35 a 40 minutos (fazer o teste do palito).
Nota: Em vez de usar 125 g de nozes + 125g de amêndoas, pode usar só 250g de amêndoas ou só 250g de nozes, dependendo dos gosto, qualquer uma das versões é ótima.

Bolo húmido de cenoura

Com uma cor fantástica, fiel ao ingrediente principal, simples, húmido, quase que faz lembrar a textura das queijadas, calóricos q.b. Uma saborosa e agradável surpresa, díficil é só comer 1 fatia.

Ingredientes
500g de cenoura descascada (+/- 5 cenouras das médias/grandes)
200g de açúcar
6 ovos
2 paus de canela
1 limão (2 cascas, a restante casca transformar em raspas, e o seu sumo)
6 colheres de sopa de farinha

Preparação
Cozer as cenouras com as cascas de limão e os paus de canela. Depois de cozidas, escorrer a água e retirar os paus de canela e as cascas do limão. Triturar com a varinha e deixar a arrefecer.
Numa taça, bater os ovos e açúcar até obter uma massa homógenea e volumosa. Juntar o sumo e a raspa de limão (se não gostar muito do sabor a limão, colocar apenas sumo de metade do limão) e a farinha, envolver muito bem. Por fim, juntar o puré de cenoura, envolvendo bem. Colocar numa forma, não muito grande,entre 20 a 23 cm, com o fundo forrado de papel vegetal, untado com manteiga e polvilhada com farinha, e levar ao forno, pré aquecido a 180ºC, durante 45 a 50 minutos. Deixar arrefecer e decorar a gosto (usei açúcar em pó)

Salmão com massa

Uma das receitas de peixe preferidas da pequenada, que geralmente torna a nossa refeição um bocadinho menos longa (não há milagres, nesse campo cá por casa, com exceção das salsichas e da pizza). Pimpolha mais pequena chama-lhe salmão à bolonhesa e é a sua comida favorita. Rápida, muito fácil de fazer e rende bastante.

Ingredientes
4 lombos salmão
sumo de 1 limão
6 dentes de alho
azeite
oregões q.b.
3/4 de um pacote de massa (macarrão, cotovelinos ou laços)

Preparação
Cozer a massa, num 1,5 de água  a ferver, temperado com sal a gosto. No entretanto, esmagar, com a ajuda de uma faca, os dentes de alhos e levar a refogar com um fio de azeite, num frigideira. Juntar os lombos de salmão e temperar com sal. Ao fim de 5 minutos, voltar os lombos de salmão. Passados 5 minutos, juntar os oregões a gostos e regar com o sumo de 1 limão. Com a ajuda de uma colher de pau, desfazer o salmão em lascas, deixar acabar de cozinhar e apurar. Escorrer a massa depois de cozida. Adicionar ao salmão, envolvendo bem.
Sugestão: Refogar uma courgete e um alho francês, cortados finamente, na frigideira com o azeite e os dentes de alho e só depois juntarr o salmão como indicado na receita e deixar tudo cozinhar.  Também fica delicioso.

Broas de batata doce

Muito, muito boas estas broas!
Não sendo as “nossas” tradicionais dos santos e num género completamente diferente, não se lhes ficam atrás, mais leves!

Ingredientes
2 ovos
1kg de batata doce cozida
1kg de farinha
2 colheres de sobremesa de fermento em pó
500g açúcar amarelo
100g de manteiga
200g de nozes picadas
Raspa de 1 limão
2 colheres de sobremesa de canela
6 colheres de sopa de um mix de sementes (usei de girassol, de abóbora, linhaça e pinhões). É opcional, se quiser colocar, utilizar mais nozes
1 ovo batido para pincelar

Preparação
Descascar as batatas doce e levar a cozer até ficarem bem tenrinhas. Depois de cozida e escorrida a batata doce, esmagá-la com um garfo. Num tigela grande e larga, colocar o puré de batata doce, o açúcar, a canela e a manteiga, batendo bem. Adicionar os ovos, as raspas de limão e as nozes, envolvendo muito bem. Por fim, juntar a farinha e o fermento, e com as mãos, envolver muito bem, até obter uma massa fofa, maleável e que se solta das paredes da taça. Formar pequenas bolinhas de massa e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal. Pincelar as bolinhas com o ovo batido, no cimo colocar umas pitadas de açúcar branco e uma metade de noz. Levar ao forno, pré aquecido a 180º, até ficarem douradinhas (20 a 25 minutos)

Broas dos santos

Porque a tradição ainda é o que era… e elas são tão boas!

Ingredientes
1l de água
250ml de mel
0,5l de azeite
1 kg de farinha
0,5 kg de açúcar
200g de nozes
30g de erva doce
10g de canela

Preparação
Colocar num tacho grande a água, o azeite, o mel, o açúcar, a erva doce, a canela e as nozes picadinhas. Deixar ferver 2 ou 3 minutos. Retirar do lumo e juntar a farinha, envolvendo muito bem até obter uma massa que se solte das paredes do tacho. Deixar arrefecer. Moldar, com as mãos, as pequenas broas, colocá-las num tabuleiro forrado com papel vegetal e com as costas de uma faca fazer pequenos cortes em xadrez. Levar ao forno, pré aquecido a 180ºc,  até ficarem douradinhos. Aqui por casa gostamos delas assim para o tostadinho. Depois de frias polvilhar com açúcar branco.

Gelado de doce de morango

Para a despedida do verão, agora que, finalmente, chegou a chuva, um gelado fácil e rápido de fazer e também muito bom! Seria melhor ainda se tivesse sido feito com 500g de morangos fresco mas “Quem não tem cão, caça com gato!”, não havendo morango, improvisa-se e utiliza-se doce de morango.

Ingredientes
500g de queijo quark
1 lata de leite condensado magro
1 frasco de doce de morango

Preparação
Misturar muito bem o queijo com o leite condensado. Adicionar o doce, aos poucos, envolvendo bem. Colocar no congelador 3 a 4 horas antes de consumir.

Bolachas de amêndoa, quinoa e sementes

Fáceis de fazer, relativamente saudáveis (ora espreitem os ingredientes), estaladiças, não muito doces mas estão cheias de fibra e coisas boas como as sementes da moda que nós muito apreciamos!!! Uma inovação fazer bolachas sem manteiga, sem ovos e sem açúcar (vá o mel, não é açúcar!), foi um sucesso!

Ingredientes
1 chávena de farinha de quinoa (triturei a quinoa)
1 1/2 chávena de amêndoa laminada
1/2 chávena de mel (mal cheia)
2 colheres de sopa, mal cheias, de azeite
1 colher de chá de fermento em pó
Mix de sementes (abóbora, girassol, linhaça,…)

Preparação
Triturar muito bem a quinoa e as amêndoas. Numa taça, juntar a quinoa e as amêndoas e envolver. Adicionar o fermentos e azeite, mexendo bem. Adicionar o mel aos poucos enquanto se envolve muito bem. Com a massa formar uma bola e colocar no frigorífico cerca de 20 a 30 minutos. Colocar a massa sobre uma folha de papel vegetal e sobre a massa estender outra folha de papel vegetal. Com o rolo da massa, sobre a folha de papel vegetal, esticar muito bem a massa e cortar na forma que se deseja as bolachas (utilizei um copo). Colocar as bolachas sobre um tabuleiro, forrado com papel vegetal, e dispor as sementes sobre cada bolacha, calcando um pouco. Levar ao forno, pré aquecido a 180º, cerca de 10 a 15 minutos (é preciso ter atenção porque elas cozem muito rápido)

Hambúrguer vegetariano

Porque, às vezes, apetece desenjoar da carne e do peixe. Não é um hambúrguer suculento de carne mas é bastante bom, saudável, tem ar e consistência de hambúrguer e é rápido de fazer. Uma refeição leve e diferente e acompanhado por uma saladinha e um pouco de maionese fica espetacular.

Ingredientes (rende 8 hambúrgueres)
200g de flocos de aveia
1 mão cheia de nozes
1 mão cheia de sementes de girassol
1 cebola
1 dente alho
1 curgete
1 cenoura
1 alho francês
1 ovo
3 colheres de sopa de queijo quark
sal e pimenta q.b.
1 fio de azeite

Preparação
Num triturador, colocar os flocos de aveia, as nozes e as semente de girassol e triturar. Adicionar a cebola, o alho, a curgete, a cenoura e o alho francês (cortados grosseiramente). Triturar bem novamente. Juntar o ovo e o queijo quark e temperar com sal e pimenta a gosto. Forrar um tabuleiro com uma folha de papel vegetal e com as mãos fazer bolas do preparado anterior e achatá-las em forma de hambúrguer. Dispor no tabuleiro e colocar 2 ou 3 gotas de azeite em cima de cada um dos hambúrgueres. Levar ao forno, pré aquecido a 180ºC, até ficarem douradinhos (entre a 25 a 30 minutos)

Beringelas recheadas

Esta é uma receita que costumo fazer frequentemente para aproveitar os resto de carne à bolonhesa (ou faço logo a mais para depois fazer as beringelas ou lasanha). É um receita fácil, deliciosa e relativamente saudável!

Beringelas recheadas
Ingredientes
4 beringelas
300g de carne bolonhesa
3 dentes de alho
azeite óregões
200g de queijo mozarella
sal q.b

Preparação
Cortar as beringelas no sentido longitudinal. Colocá-las de molho em água e sal para perder um pouco da sua acidez. Retirar a polpa das beringelas e cortar fininho (para esta tarefa ser mais fácil, antes podem-se colocar no forno 10 minutos para amolecer) e guardar o exterior de beringela. Num tacho, refogar o alho e juntar as beringelas. Deixar cozinhar, mexendo frequentemente. Juntar os orégões e envolver. Adicionar a carne à bolonhesa, envolvendo bem. Deixar cozinhar entre 5 a 10 minutos. Dispor os barcos de beringela num pirex e dentro colocar o preparado anterior. Cobrir com queijo mozarella. Levar ao forno, a 180ºC, durante 15 a 20 minutos, ou até estarem douradinhos.

Carne à bolonhesa à nossa moda
Ingredientes
1kg de carne picada
1 alho francês
2 cenouras
1 cebola
8 colheres de sopa de polpa de tomate
1 copo de vinho branco
azeite
sal e orégões q.b.

Preparação
Ralar as cenouras e cortar o alho francês bem fininho. Num tacho, refogar a cebola cortada fininha. Juntar a cenoura e os alho francês, envolvendo bem. Deixar cozinhar. Juntar a polpa de tomate o copo de vinho. Deixar ferver 3 minutos e juntar a carne. Temperar com sal e envolver bem. Deixar cozinhar, mexendo de vez em quando. Ao fim de 10 minutos, adicionar orégões a gosto. Deixar cozinhar mais 10 minutos.

Torta de Santiago – uma variante

Deliciosa esta adaptação da Torta de Santiago, doce galego (diminui o açúcar e aumentei o limão relativamente à receita original). Fofinha, húmida e docinha!

Ingredientes
5 ovos
200g açúcar
250g amêndoa (moída)
1/2 colher de café de canela
raspa de 1 limão
açúcar em pó q.b. (cobertura)

Preparação
Picar a amêndoa. Numa taça, bater os ovos com o açúcar até formar uma massa homogénea esbranquiçada e volumosa. Adicionar a amêndoa, a canela e a raspa de limão. Envolver muito bem. Levar ao forno, pré aquecido a 180º, numa forma de fundo amovível, untada com manteiga, durante 25 a 30 minutos.

Tarte de Oreo

Como estes ingredientes… é o esperado: deliciosa!

Ingredientes
1 lata de leite condensado
1 pacote de natas
1 embalagem de queijo creme
5 folhas de gelatina
1 pacote de bolachas Oreo
1 pacote de bolachas de chocolate (utilizei das que vêm em sacos de 1kg)
6 bolachas Maria (opcional)
50g de manteiga

Preparação
Colocar as folhas de gelatina numa tigela com água. Picar as bolachas oreo e as bolachas de chocolate. Reservar 1/4 das bolachas para juntar ao recheio. Derreter a manteiga e juntar às restantes bolachas, envolvendo bem. Dispor o preparado numa forma de fundo amovível, calcando bem, para formar a base da tarte. Colocar no congelador. Bater as natas (frias) em chantilly, juntar o leite condensado e o queijo creme, envolvendo bem. Escorrer as folhas de gelatina, colocá-las numa tigela com um pouco de água no fundo e levar ao microondas, cerca de 20 segundos. Mexer bem para dissolver completamente e juntá-las ao preparado anterior, mexendo sempre com a batedeira. Juntar as bolachas picadas reservadas ao preparado, envolver bem. Deitar o preparado anterior na forma. Levar o frigorífico durante 5 a 6 horas. Decorar a gosto (bolacha maria ralado e 3 ou 4 bolachas oreo)

 

Tarte de queijo

Muito boa, como que diz o ditado “o que é doce nunca amargou!”

Ingredientes
1 pacote de bolachas maria (usei metade maria normal e metade maria chocolate)
100g de manteiga
200ml de natas
200g de queijo creme
3 ovos
100g de açúcar (utilizei 80g de açúcar branco + 20g de açúcar baunilhado)
sumo e raspa de 1 limão
3 colheres de sopa de farinha maisena

Preparação
Forrar com papel vegetal uma forma de fundo amovível. Picar muito bem as bolachas. Derreter a manteiga. Juntar às bolachas e envolver bem. Dispor o preparado anterior na forma e calcando bem forrar o fundo da forma e as laterais. Colocar no congelador para solidificar enquanto se prepara o conteúdo da tarte. Bater os ovos com o açúcar até obter um preparado volumoso e homogéneo. Adicionar o queijo creme, envolvendo bem. Juntar as natas, o sumo e a raspa de limão. Envolver bem a farinha maisena. Retirar a formado congelador e verter o preparado sobre a base de bolacha. Levar ao forno, pré aquecido a 180º, durante cerca de 30 minutos ou até ficar douradinha. Decorar a gosto: açúcar em pó, frutos vermelhos, etc.

Cupcakes

Um regalo para os olhos e para o palato! Receita feita, e muito apreciada, pela pequenada com uma pequena ajuda da mãe. Muito fáceis e saborosos.

Ingredientes
1 iogurte natural
2 copos (de iogurte) de açúcar
3 copos (de iogurte) de farinha
1 copo (de iogurte) de óleo
1 colher de chá de essência de baunilha
4 ovos
1 colher de chá de fermento

Cobertura (opcional)
1 tablete de chocolate de leite (ou preto ou branco)
1 colher de sopa de manteiga
Smarties ou confetis para decorar bolos

Preparação
Bater as claras em castelo. Bater as gemas com o açúcar até obter um creme homogéneo. Juntar o iogurte e envolver bem antes de adicionar o óleo e a baunilha. Juntar a farinha e o fermento, envolvendo muito bem. Adicionar, envolvendo com cuidado, as claras em castelo. Dividir o preparado pelas forminhas de cupcake, forradas com as de papel, não enchendo demasiado. Levar ao forno, pré aquecido a 180º, durante cerca de 20 minutos.

Para a cobertura, partir o chocolate em pedacinhos, para uma tigela, juntar uma colher de sopa de manteiga e levar ao microondas durante cerca de 1 minuto e meio. Ao retirar, mexer bem, até obter um mistura homogénea e espessa. Com a ajuda de uma colher, barrar a parte superior dos queques e decorar a gostos (com smarties, confetis, raspas de chocolate, frutos vermelhos, etc)

Bacalhau à brás à nossa moda

É o prato preferido de pimpolha mais velha. Uma versão mais saudável, menos gordurenta, com vários legumes e apreciada pela malta da casa.

Ingredientes
500g de bacalhau desfiado (uso congelado)
1 cebola
2 cenouras grandes
1 courgete grande
1 alho francês
1 pacote de batata palha
4 ovos

Preparação
Picar a cebola e levar ao lume para refogar. Juntar a cenoura e a courgete raladas e o alho francês cortado em pequenos pedacinhos, envolvendo bem, e deixando cozinhar durante 10 a 15 minutos em lume brando. Quando os legumes tiverem um ar cozinhado, juntar o bacalhau desfiado, misturando bem. Deixar cozinhar durante 7 a 8 minutos. Juntar a batata palha, envolvendo bem. Quando a batata palha estiver molinha, adicionar os ovos batidos, mexendo muito bem e desligar o fogão de imediato para não secar demais o bacalhau!

Pipocas

Irmos os cinco ao cinema sai caro, há prioridades e formas mais interessante de gastar o dinheiro, ser paciente e poupado, na dose certa, são grandes virtudes! Como tal, de quando em vez, temos sessão de cinema cá por casa, patrocinado pelo Tugaanimado, onde nunca faltam as pipocas. Não são as pipocas do cinema mas são muito boas, a prova  é que desaparecem num instante.
Utilizamos uma receita simples que aprendi com uma colega (de casa, nos tempos de faculdade) mas que envolve alguma atenção e agitação. Foi também esta a receita de pipocas que pimpolha mais velha tentou fazer durante o seu período Home alone, não sendo difícil, não foi a escolha adequada para se iniciar nestas lides!

Preparação
Colocar um pouco de óleo a cobrir o fundo de um tacho e açúcar a gosto (costumo usar 1 a 2 colheres de sopa), levar ao lume. Quando o açúcar estiver quase dissolvido, ficando em tons de amarelo, mas antes de ficar em ponto caramelo, colocar o milho espalhado no centro do tacho. Envolver bem, baixar um pouco o lume e ir abanando o tacho frequentemente para que não se queimem as pipocas.
Diz quem já experimentou que a técnica resulta muito bem também com pipocas salgadas mas nós nunca experimentámos.

Queijada de mascarpone e limão

Húmida, levezinha, saborosa!

Ingredientes
50g manteiga
250g queijo mascarpone
1 pacote de natas
150g farinha
150g açúcar
3 ovos
raspa e sumo de 1 limão
1 colher de chá de aroma de baunilha
3 colheres de sopa de sementes de papoila (opcional)
Açúcar em pó para polvilhar

Preparação
Numa taça, bater bem a manteiga com o queijo. Juntar a baunilha, o sumo e raspa de limão, a farinha e o açúcar, batendo bem. Adicionar os ovos, um a um, envolvendo bem. Juntar as natas e sementes de papoila (opcional) e mexer bem.
Levar ao forno pré aquecido a 180º, numa forma de fundo amovível, forrada com papel vegetal, cerca de 30 minutos. Deixar arrefecer antes de desenformar.

Bolo de baunilha e frutos vermelhos

Fresquinho, leve, doce q.b., um verdadeiro e saboroso bolo da época 🙂

Ingredientes
Bolo
1 chávena de açúcar amarelo
2 chávenas de farinha
1 chávena de buttermilk (1 chávena de leite+1 colher de sopa de vinagre)
100g de manteiga derretida
3 ovos
1 colher de chá de aroma de baunilha
1 colher de sopa de açúcar baunilhado
1 colher de café de bicarbonato de sódio

Recheio e cobertura
3 ovos
6 colheres de sopa de açúcar em pó
1 colher de chá de essência de baunhilha
250g de queijo mascarpone
200ml natas
1kg de morangos
100g de amoras
100g de framboesas

Preparação
Bolo
Começar por preparar o buttermilk, a 1 chávena de leite adicionar 1 colher de sopa de vinagre (ou de sumo de limão), deixar repousar durante 10 minutos antes de utilizar (fica um género de leite talhado. Num taça, bater bem o açúcar (amarelo+baunilhado) com a manteiga amolecida. Juntar a essência de baunilha e envolver bem. Adicionar os ovos um a um, batendo bem entre cada adição. Juntar lentamente o buttermilk ao preparado anterior, mexendo sempre. Por fim, adicionar a farinha e o bicarbonato de sódio, envolvendo bem. Levar ao forno pré aquecido a 180º, numa forma de fundo amovível forrada com papel vegetal, durante cerca de 30 minutos (fazer o teste do palito)

Recheio e cobertura
Numa taça, bater as gemas com 3 colheres de sopa de açúcar em pó e o aroma de baunilha até obter um creme esbranquiçado. Envolver bem o mascarpone. Levar o ao frigorífico. Bater as claras em castelo e depois adicionar, envolvendo bem, 3 colheres de sopa de açúcar em pó. Bater as natas em chantilly. Adicionar o chantilly às claras, envolvendo bem. Adicionar ao preparado das gemas e levar ao frigorífico.

Montagem
Cortar o bolo ao meio. Num prato, dispor uma metade do bolo, colocando sobre as mesma os morangos fatiados, cobrir com um dose generosa de recheio e colocar, em cima, a outra metade do bolo. Cobrir o bolo com o restante recheio e decorar a gosta (morangos, amoras e framboesa)
Colocar o bolo no frigorífico.